Capital paulista também incluirá a
Reprodução/FreePic
Capital paulista também incluirá a "xepa da vacina" no PL

A Câmara Municipal de São Paulo aprovou um projeto de lei para punir os chamados "sommeliers de vacina" e evitar que as pessoas tentem escolher o imunizante a ser recebido contra a Covid-19 .

O PL, de autoria do vereador Carlos Bezerra Jr. (PSDB), agora vai à sanção do prefeito Ricardo Nunes (MDB), que tem 15 dias para vetar ou aprovar a proposta após o recebimento.

De acordo com o texto, as pessoas que se recusarem a tomar determinada vacina receberão uma punição: irão para o fim da fila, o seja, só poderão receber o imunizante quando toda a população apta for vacinada. A proposta também indica que esses indivíduos precisarão assinar um termo de recusa.

Na cidade de São Paulo, o PL também é válido àqueles que forem chamados na " xepa da vacina ", ou seja, aos que se cadastraram na lista de imunizantes remanescentes. A lei, no entanto, não se aplica a grupos específicos, como grávidas e puérperas.

O vereador defendeu que "a medida que leva para o fim da fila aquele que escolhe a marca de imunizante tenta colocar fim a uma postura indefensável em meio a uma pandemia".

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários