Covid: Ministério da Saúde promoveu, até abril, apenas um tweet sobre vacinação
Agência Brasil
Covid: Ministério da Saúde promoveu, até abril, apenas um tweet sobre vacinação

Em meio à pandemia do coronavírus, entre 1 de fevereiro de 2020 e 31 de abril deste ano, o Ministério da Saúde promoveu apenas uma publicação no Twitter sobre vacinação contra a Covid-19, entre 85 postagens que pagou para que alcançassem mais pessoas na plataforma. Os dados são da agência especializada no acesso a informações públicas Fiquem Sabendo, que obteve as estatísticas da página da pasta na rede social por meio da Lei de Acesso à Informação (LAI).

Ao todo, foram 4.896 tweets publicados pelo Ministério nesse período, segundo o levantamento. Entre os 85 conteúdos impulsionados para alcançar mais usuários, 33 abordaram outras campanhas de imunização. Do total, 30 foram sobre a Covid-19 de forma geral.

Sobre a vacinação contra a gripe, foram 14 publicações pagas, e 10 sobre o sarampo. As campanhas contra poliomielite e febre amarela também foram mencionadas entre os conteúdos promovidos.

A campanha de vacinação contra Covid-19 teve início no Brasil em 17 de janeiro deste ano. A única publicação sobre o tema promovida pela pasta, de acordo com o levantamento, foi realizada em 16 de março:

O GLOBO pediu uma resposta sobre a estratégia do Ministério da Saúde, mas não teve retorno até o momento.

Cloroquina e 'tratamento precoce'
O levantamento também aponta que a pasta publicou pelo menos 62 tweets, entre pagos e sem custo, sobre cloroquina e o chamado "tratamento precoce", defendido pelo presidente Jair Bolsonaro diversas vezes durante a pandemia, em referência a medicamentos comprovadamente ineficazes contra a Covid-19.

Os termos "Covid", "pandemia" e "coronavírus" não estão entre os mais usados nos tweets do Ministério da Saúde, segundo análise das mais de 4 mil publicações, realizada pela jornalista e doutoranda em Ciência Política pela Universidade Federal do Paraná (UFPR) Rafaela Mazurechen Sinderski, a pedido da Fiquem Sabendo.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários