Prefeito do Rio de Janeiro, Eduardo Paes fez apelo ao Ministério da Saúde por vacinas
Reprodução/Twitter
Prefeito do Rio de Janeiro, Eduardo Paes fez apelo ao Ministério da Saúde por vacinas

A Prefeitura do Rio de Janeiro pode suspender a campanha de vacinação contra a Covid-19 novamente caso o Ministério da Saúde não entregue as doses em estoque. Foi o que disse o secretário municipal de Saúde, Daniel Soranz, na manhã deste sábado (7), nas redes sociais, em mensagem repostada pelo prefeito Eduardo Paes.

Atualmente, segundo as publicações, a cidade só tem reserva de vacina suficiente para o fim de semana. Se o governo federal não enviar mais frascos, a campanha terá de ser suspensa na segunda-feira, afirma o secretário.

"Estamos aguardando o envio hoje das doses de Coronavac e Pfizer já no estoque do Ministério da Saúde. Caso o envio não se confirme, teremos que suspender o avanço do calendário para aplicação de primeiras doses na próxima segunda-feira", escreveu Soranz.

O prefeito Eduardo Paes fez coro ao alerta do secretário. "Mais uma vez fazemos esse apelo público ao Ministério da Saúde. Soube que tem inclusive um monte de Coronavac do Butantan lá estocada. Bora distribuir. Só 5% dos internados no Rio tomaram vacina. Ou seja, elas funcionam e SALVAM VIDAS!", disse.

A Secretaria municipal de Saúde informou que recebeu ontem 223.868 doses de vacinas contra a Covid-19 e há uma previsão de aplicar 175.806 segundas doses nos próximos dias. O estoque restante não é suficiente para cobrir a vacinação na segunda-feira, ressalta a pasta.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários