Nesta segunda-feira, dia 23, será feita a repescagem dos adolescentes com deficiência, gestantes, puérperas e lactantes
Reprodução: BBC News Brasil
Nesta segunda-feira, dia 23, será feita a repescagem dos adolescentes com deficiência, gestantes, puérperas e lactantes

A prefeitura do Rio suspendeu a vacinação para adolescentes que começaria nesta segunda-feira. A Secretaria municipal de Saúde (SMS) informou que a imunização de pessoas com 17 anos será iniciada após a chegada de novas remessas de doses.

A nota divulgada nas redes sociais diz ainda que nesta segunda poderão se vacinar adolescentes com deficiência (a partir de 12 anos), gestantes, puérperas e lactantes, além de repescagem para pessoas com 25 anos ou mais que ainda não se vacinaram. Na postagem, o órgão pede para que as pessoas deem preferência para o período da tarde.




Você viu?

Prioridade

No dia 29 de julho, o presidente Jair Bolsonaro sancionou a lei aprovada pelo Congresso que prioriza a vacinação contra a Covid-19 de gestantes, puérperas e lactantes, bem como de crianças e adolescentes com deficiência permanente,  com comorbidade ou privados de liberdade.

Novas doses

A Secretaria de Estado de Saúde (SES) confirmou, por meio de nota, no fim da noite deste sábado que recebeu doses de imunizante contra a Covid-19, destinadas à primeira e segunda aplicações do esquema vacinal. De acordo com a pasta, pela manhã, foram recebidas 12.500 doses da AstraZeneca e às 20h40 foram entregues 151 mil da CoronaVac e 167.310 da Pfizer — totalizando 330.810. As remessas chegaram à Coordenação Geral de Armazenagem (CGA), em Niterói, após repasse do Ministério da Saúde.

Percalços

A cidade do Rio concluiu, nesta sexta-feira, a vacinação de primeira dose contra a Covid-19 entre adultos. A chegada até a faixa etária dos 18 anos, contudo, foi repleta de percalços. Nesta quinta, enquanto eram imunizados os cariocas de 19 anos, o fantasma da falta de doses voltou a pairar sobre o município. Ao longo do dia, em dezenas de postos, de diferentes pontos do município, quem buscava a proteção era informado sobre a ausência de imunizante disponível para primeira dose.



    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários