Bolsonaro
Divulgação
Bolsonaro

O Ministério Público solicitou, junto ao Tribunal de Contas da União (TCU), a investigação para descobrir se houve “gasto inútil” de dinheiro público por parte do governo federal ao contratar aeronaves para buscar 2 milhões de doses de vacinas da AstraZeneca na Índia. A informação é da Folha de S. Paulo.

Apesar da Fiocruz gastar cerca de R$ 500 mil com a aeronave e o Ministério da Saúde contratar um avião da Azul, cujo valor pago no aluguel não foi informado, o transporte de vacinas nunca ocorreu, já que o governo indiano não liberou as doses.

A aeronave, aliás, chegou a ser adesivada com a imagem do Zé Gotinha, símbolo das campanhas brasileiras de imunização.

A investigação, assinada pelo subprocurador-geral Lucas Furtado, também quer saber se houve superfaturamento ou ato antieconômico na compra.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários