Intervalo entre doses da Pfizer cai para 8 semanas
Reprodução: iG Minas Gerais
Intervalo entre doses da Pfizer cai para 8 semanas

O governador de São Paulo, João Doria, anunciou hoje que o estado vai reduzir o intervalo entre as doses da vacina da Pfizer de 12 para 8 semanas. A ideia é que as pessoas completem o esquema vacinal em menos tempo para frear o avanço do número de casos. Cerca de 2 milhões de doses estão sendo enviadas aos postos de saúde para colcar a medida em prática.

O anúncio aconteceu durante uma cerimônia onde o Butantan assinou um acordo de fornecimento de 2,5 milhões de doses para Ceará, Espírito Santo, Mato Grosso, Pará e Piauí.

Em agosto, o Ministro da Saúde, Marcelo Queiroga, informou em um evento em Brasília a antecipação da aplicação do segunda dose. A previsão era setembro, mas a medida chegou a ser posta em dúvida em alguns estados pela falta de vacinas.

A estratégia é definida pelo Plano Estadual de Imunização (PEI) pode ser colocada em prática já a partir desta sexta-feira pelos 645 municípios. Segundo balanço do governo estadual, 6,9 milhões de pessoas já imunizadas serão beneficiadas com a medida.

Os cidadãos serão avisados por mensagens de texto e-mails. Cada pessoa imunizada com a Pfizer poderá conferir sua carteirinha para verificar a nova previsão de retorno ao posto, contando no calendário 28 dias antes da data previamente sinalizada para receber a segunda dose.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários