Austrália
Divulgação
Austrália

Uma publicação inusitada feita pelo governo do estado de Queensland, na Austrália, chamou atenção nas últimas semanas.

O post, intitulado "se dê uma mãozinha", é uma campanha que incentiva a masturbação como prática benéfica à saúde e estimula o diálogo sobre o tema. Iniciativa da secretaria de saúde do estado, a publicação chamou atenção dos internautas, que encararam o assunto com muito bom humor.

Acompanhada por infográficos chamativos e embasada em pesquisas sobre o tema, a publicação, que também foi divulgada no site do governo, trata dos benefícios para a saúde geral e sexual, das formas de introduzir o assunto entre os jovens, dos estigmas relacionados à prática e do consentimento. Nos comentários, cidadãos agradeceram ao governo pela ideia. Alguns disseram ter tido "o dia salvo" pelo post.

"Obrigado, Queensland Health. Acabei de cuspir o meu café por todo o lado de tanto rir", escreveu um internauta. "Adoro! Acabei de seguir o conselho e funciona!", brincou outra seguidora. "Isto é brilhante! Mais conversas como esta precisam ser tidas! Converse com seus filhos!! Não é difícil. É melhor eles ouvirem isso de um pai do que de outra pessoa!", comentou uma terceira internauta.

Na publicação, o governo orienta a população sobre a relação com o próprio corpo e lembra que a masturbação é uma forma de sexo seguro. "Independentemente de seu relacionamento, idade, sexualidade ou identidade de gênero, é uma maneira saudável de aprender mais sobre seu corpo, com muitos benefícios surpreendentes para a saúde", diz o início do artigo.

Leia Também

O artigo publicado pelo governo de Queensland também lembra que a prática regular pode liberar endorfinas que auxiliam no bem-estar mental, ajudar a reduzir cólicas menstruais e até mesmo acelerar o parto, embora, segundo eles, "possa ser a última coisa que você pensa em fazer na hora".

Leia Também

Outro aspecto abordado pela iniciativa é o consentimento, para o caso de masturbação com outra pessoa. "Peça permissão um ao outro, preste atenção às mudanças na linguagem corporal e lembre-se de que as pessoas podem mudar de ideia a qualquer momento".

Com os jovens, que estão submetidos a uma série de estigmas e mitos acerca das práticas sexuais, o governo de Queensland orienta e incentiva um diálogo aberto e preparado ao abordar o assunto.

"É importante que todos nós trabalhemos no sentido de normalizar as mensagens de sexo positivo sobre a masturbação para reduzir os sentimentos associados de vergonha e medo em nossa juventude", diz a publicação.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários