Nova variação da Covid-19 foi descoberta na África
Pixabay
Nova variação da Covid-19 foi descoberta na África

A Organização Mundial da Saúde classificou a nova variante do coronavírus encontrada na África do Sul como "variante de preocupação" (VOC). A cepa recebeu o nome de Ômicron, uma letra do alfabeto grego. A entidade afirmou que provas preliminares apontam que ela apresenta maior risco de reinfecção que outras variantes do coronavírus.

Esta é a quinta cepa classificada como variante de preocupação. As outras são Alfa, Beta, Gama e Delta.

As denominações foram criadas pela OMS recentemente. As variantes que demonstram capacidade de transmissão comunitária e se espalham rapidamente por dentro de um país ou para outros países são classificadas como "variantes de interesse". Já as "variantes de preocupação" são aquelas que além de se alastrar, impactam no curso da doença, por exemplo, elevando a taxa de transmissão, mudando ou aumentando os sintomas ou reduzindo a efetividade de medidas de saúde, como diagnósticos, vacinação e tratamentos terapêuticos.

Leia Também

Cientistas internacionais acreditavam que a nova variante seria chamada de Nu, seguindo a lógica do alfabeto grego, utilizado para nomear as cepas que surgem do novo coronavírus. No entanto, a entidade decidiu usar a 15ª letra e não a 13ª. A OMS pulou os nomes Nu e Ksi, mas ainda não apresentou uma justificativa para tal decisão.

Matéria em atualização

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários