EUA confirmam primeiro caso da Ômicron no país
tawatchai07 / Freepik
EUA confirmam primeiro caso da Ômicron no país

A Secretaria de Saúde do Estado de São Paulo confirmou na tarde deste sábado o 4º caso da variante ômicron da covid-19. O paciente é um homem de 67 anos, que não tem histórico recente de viagem e recebeu as duas doses da vacina da Pfizer.

No dia 7 de dezembro, ele testou positivo para covid-19. A amostra foi analisada e a variante detectada. Em isolamento domiciliar, o idoso apresenta apenas sintomas leves.

Ainda não é possível confirmar que trata-se de uma transmissão local - ou seja, se alguém com a variante transmitiu para ele aqui no estado. A Vigilância Epidemiológica está rastreando os contatos recentes em busca de respostas. Por sorte, uma dessas pessoas (um parente) foi testado e o resultado para Covid foi negativo.

Os dois primeiros casos da variante ômicron em São Paulo foram confirmados em 30 de novembro, em um homem de 41 anos e uma mulher de 37, também vacinados, vindos da África do Sul.

Leia Também

O terceiro ocorreu no dia 1º de dezembro. O paciente é um jovem de 29 anos, testado no aeroporto de Guarulhos. Todos estão sendo acompanhados pela vigilância epidemiológica.

Com a nova descoberta, sobe para oito o número de pessoas contaminadas com a cepa no Brasil. Distrito Federal e Rio Grande do Sul têm dois casos cada.

Por causa da variante ômicron, o governo federal publicou uma portaria na quinta-feira (9) exigindo quarentena de cinco dias aos que chegarem em voos internacionais sem apresentar passaporte de vacina, além de teste realizado até 72 horas antes do embarque, e a apresentação de comprovante de vacinação ou de teste negativo na fronteira terrestre.

Após o ataque hacker ao Ministério da Saúde, o governo Bolsonaro vai adiar em uma semana a aplicação das novas regras para o ingresso de viajantes no Brasil e só começará a valer no próximo dia 18.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários