Teste de antígeno para detecção da Covid-19
Reprodução/ ANS
Teste de antígeno para detecção da Covid-19

A Agência Nacional de Vigilância Sanitária recebeu nesta segunda-feira (31) o primeiro pedido de registro de autoteste para detecção da Covid-19 no país após l iberar a venda do teste rápido para o coronavírus feito em casa na última sexta-feira (28) .

O pedido de registro foi feito pela empresa brasileira Okay Technology Comércio do Brasil Ltda e refere-se a coleta de swab nasal para a obtenção do resultado. 

Em nota, a Anvisa evidencia que "tem dado prioridade à análise dessas solicitações de registro, para que as mesmas sejam aprovadas no menor tempo possível".

A Agência ainda acrescentou que "além dos aspectos de eficácia e segurança, os autotestes serão avaliados, por exemplo, quanto à regularidade da documentação técnica, acessibilidade das instruções de uso, armazenagem e descarte do produto para o usuário leigo, de forma a viabilizar a utilização de forma adequada".

Leia Também

A liberação to autoteste foi solicitada pelo Ministério da Saúde diante a nova onda de casos de Covid-19 com a chegada da variante Ômicron. A pasta incluirá as orientações sobre o exame no "Plano Nacional de Expansão de Testagem para Covid-19" (PNE Teste).

A venda do teste só será permitida em farmácias e estabelecimentos de saúde licenciados. É proibida a oferta na internet em sites que não pertençam a farmácias ou estabelecimentos autorizados.


    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários