Uso de máscara pode ser flexibilizado no Rio
Reprodução/ CNM
Uso de máscara pode ser flexibilizado no Rio

De acordo com o secretário municipal de Saúde do Rio de Janeiro, caso o cenário epidemiológico da Covid-19 na cidade continue favorável, a tendência é que, a partir da próxima semana, o uso de máscara de proteção contra a doença deixe de ser obrigatório.

A flexibilização deve ser discutida na próxima segunda-feira (7), após reunião do Comitê Especial de Enfrentamento à Covid-19 do município . A Prefeitura tem o objetivo de conciliar o que for aprovado com o Governo do Estado e, caso haja discordância entre as regras municipais e estaduais, vale a que for mais restritiva, segundo o Supremo Tribunal Federal (STF).

O comitê também vai definir sobre a exigência da apresentação do comprovante de vacinação na cidade. O secretário Daniel Soranz afirmou que, quando o município atingir entre 70% e 80% da população adulta imunizada com a dose de reforço, não será mais necessário apresentar o passaporte da vacina. A taxa de imunização da faixa etária está em 53% atualmente.

A reunião do comitê estava marcada para 14 de março, mas foi antecipada a pedido do prefeito Eduardo Paes.

Leia Também

Soranz também afirmou que os indicadores da doença continuam em queda e a vacinação "segurou" uma piora na taxa de infecção mesmo com as aglomerações durante o feriado de Carnaval .

No último dia 23, a Assembleia Legislativa do Rio aprovou o não uso de máscaras em academias, piscinas, pistas de patinação e centros de treinamento e de condicionamento físico. A medida, porém, ainda depende da aprovação do governador Cláudio Castro.

Entre no  canal do Último Segundo no Telegram e veja as principais notícias do dia no Brasil e no Mundo.


    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários