Fila para vacinação em posto de saúde de São Paulo
Roberto Parizotti/Fotos Públicas
Fila para vacinação em posto de saúde de São Paulo

A cidade de São Paulo foi destaque durante o 35º Congresso do COSEMS/SP, realizado nesta semana. A iniciativa celebra a 18ª Mostra de Experiências Exitosas dos Municípios paulistas e o 11º Prêmio David Capistrano. No total, foram premiadas 15 experiências e outras 15 receberam Menção Honrosa, além de uma premiação selecionada pelos congressistas por meio do ´Voto popular’.

A cidade de São Paulo foi a vencedora na categoria voto popular, com o “Enfrentamento dos eventos clandestinos: o combate ao descaso frente ao coronavírus”.

Na premiação Prêmio David Capistrano, a iniciativa vencedora foi “Crônicas de Marias – Escrevivências de mulheres que usam substâncias psicoativas na periferia de São Paulo”. O Prêmio representa o reconhecimento do mérito dos atores envolvidos e é um incentivo às experiências transformadoras na gestão municipal do SUS.

O município também recebeu uma menção honrosa pelo “Atendimento ao idoso frágil nos ambientes domiciliares, pertencentes a Unidade de Referência do Idoso (URSI) da Supervisão Técnica Vila Maria/Vila Guilherme durante a pandemia COVID-19”.

Todos os 30 trabalhos selecionados pelo COSEMS/SP participarão da Mostra Nacional Brasil Aqui Tem SUS, que vai acontecer nos dias 12 e 13 de julho em Campo Grande (MS).

Para a coordenadora da Mostra e assessora técnica do COSEMS/SP, Marcia Tubone, as experiências são a explicitação viva da atuação e compromisso dos trabalhadores do SUS nos seus territórios. “Mesmo durante os dois anos desta pandemia, os trabalhadores não deixaram de atuar arduamente na ponta, para garantir o atendimento à população e no fortalecimento do SUS”, declarou.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários