Vírus da Covid-19
Reprodução: NIH/gov - 26/04/2022
Vírus da Covid-19

O sequenciamento genômico da rede Dasa identificou um novo recombinante da variante Ômicron da Covid-19 ainda não catalogado em outras partes do mundo. O caso foi identificado em uma criança de 3 anos de idade, moradora da cidade de São Paulo. A coleta da secreção para realizar o exame do tipo RT-PCR ocorreu no dia 16 de fevereiro.

São classificados "recombinantes" os vírus que carregam informações de uma cepa principal, nesse caso a Ômicron, junto a outro pedaço de uma segunda linhagem distinta.Trata-se portanto de uma subvariante.

No caso deste novo achado, é necessária a detecção de quatro outros diagnósticos idênticos para que seja, de fato, reconhecida pelos orgãos de saúde como uma nova linhagem da Covid-19.

Normalmente, o cadastro das variantes ocorre na plataforma GISAID --- principal repositório de informações sobre variantes de Covid globalmente. Lá, especialistas em sequenciamento de diversas nacionalidades oferecem dados das linhagens que encontraram em exames realizados em cada país. Desta forma, é possível acompanhar a movimentação das variantes globalmente.

Ao todo, a Dasa identificou três amostras "recombinantes" em seu trabalho de sequenciamento genômico. Além da nova (ainda sem nome) outros dois casos da Ômicron XE também foram encontrados. Outro caso do tipo XE foi sequenciado pelo Instituto Butantan, em São Paulo.

Entre no  canal do Último Segundo no Telegram e veja as principais notícias do dia no Brasil e no Mundo.


    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários