Vírus da 'varíola dos macacos'
Foto: Centro de Controle de Doenças/Divulgação - 20/05/2022
Vírus da 'varíola dos macacos'

A Secretaria Municipal de Saúde (SMS), por meio da Coordenadoria de Vigilância em Saúde (Covisa), informou nesta quarta-feira (8) que aguarda o resultado do exame, pelo Governo do Estado, do segundo caso suspeito de varíola do macaco (monkeypox) em São Paulo.

Notificado ontem (7), o paciente é um homem de 41 anos que passou por Portugal e Espanha no mês de maio. Ele está internado no Hospital Emílio Ribas e a SMS aguarda o resultado do exame realizado no paciente.

Já o primeiro caso é uma mulher de 26 anos e que, segundo investigação preliminar, não possui histórico de viagem recente e contato com casos suspeitos da doença.

Questionado pela equipe de jornalismo do iG sobre a possibilidade de já haver a confirmação de um caso da doença, o secretário de Saúde do Estado de São Paulo, Jean Gorenstein, reafirmou o status de investigação dos dois casos existentes no território paulista, ambos na capital.

"No momento, não há nenhuma confirmação. O que temos são dois pacientes com casos suspeitos para a varíola dos macacos, tanto pelo histórico de sintomas quanto pelo histórico de viagens. Nós estamos investigando, realizando o sequenciamento das amostras coletadas. O que temos até agora faz dos dois casos muito suspeitos, mas não há confirmação", disse Gorenstein.

Confira nota completa da Secretaria: 

A Secretaria Municipal da Saúde (SMS), por meio da Coordenadoria de Vigilância em Saúde (Covisa), informa que aguarda o resultado do exame, pelo Governo do Estado, do segundo caso suspeito de varíola do macaco (monkeypox) na capital. Notificado em 7 de junho, trata-se de um homem de 41 anos e que, segundo investigação preliminar, passou por Portugal e Espanha no mês de maio. O paciente encontra-se internado no Hospital Emílio Ribas desde a última segunda-feira (6) e a SMS aguarda o resultado dos exames colhidos.

O primeiro caso, também em investigação, foi notificado em 4 de junho, sendo uma mulher de 26 anos e que, segundo investigação preliminar, não possui histórico de viagem recente e contato com casos suspeitos da doença.

A paciente se encontra internada em um hospital público da cidade, mantida em isolamento, com quadro clínico estável. A Unidade de Vigilância em Saúde (Uvis) da região de residência da munícipe está monitorando os contatos domiciliares.

A Covisa ressalta que acompanha o cenário nacional e internacional sobre a varíola do macaco (monkeypox), e está em contato com o Ministério da Saúde e o Governo do Estado, por meio do Centro de Informações Estratégicas em Vigilância em Saúde (Cievs). O órgão emitiu um alerta comunicando as principais características da doença e medidas a serem tomadas pelos equipamentos de saúde do munícipio e segue acompanhando os casos.

** Filha da periferia que nasceu para contar histórias. Denise Bonfim é jornalista e apaixonada por futebol. No iG, escreve sobre saúde, política e cotidiano.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários