Saúde negocia compra de vacinas da varíola dos macacos, diz secretário
Reprodução/Pixabay
Saúde negocia compra de vacinas da varíola dos macacos, diz secretário

Com o número de casos de varíola dos macacos aumentando cada vez mais, as autoridades sanitárias estão procurando meios de impedir o surto da doença no Brasil.

O secretário de Vigilância em Saúde do Ministério da Saúde, Arnaldo Medeiros, afirmou em entrevista ao portal Metrópoles que o governo está negociando a  compra da vacina contra a doença, que já tem 3 casos confirmados no Brasil e mais de 1.000 infectados em outros continentes.

Segundo Medeiros, já houve uma reunião com o fabricante dos imunizantes, e a Organização Pan-Americana de Saúde (Opas), está intermediando a aquisição.

“A expectativa é que as doses cheguem entre o terceiro e o quarto trimestre deste ano, provavelmente a partir de agosto”, afirma o secretário.

Ele lembra que a Organização Mundial de Saúde (OMS) não preconiza a vacinação em massa contra a doença: o governo pretende imunizar apenas profissionais de saúde (dando preferência para trabalhadores de laboratórios de diagnóstico, que terão contato com amostras contaminadas) e pessoas que tiveram contato próximo com o paciente infectado. “É um público-alvo bem mais restrito do que o da Covid-19, por exemplo”, afirma.

O secretário explica que a doença apresenta sintomas leves e não precisa de intervenção intensa para ser curada. Ele ainda disse que se houver suspeita de varíola dos macacos, o paciente deve procurar uma unidade médica e fazer um exame RT-PCR.

Todo o sistema de saúde do país já tem uma ficha de notificação para passar ao governo qualquer caso confirmado. “Os laboratórios de referência já foram treinados, e inclusive convidamos sete outros países da América Latina para fazer parte deste treinamento”, afirma.

Entre no  canal do Último Segundo no Telegram e veja as principais notícias do dia no Brasil e no Mundo.  Siga também o  perfil geral do Portal iG.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários