Vacina Varíola dos Macacos
Reprodução/Ansa - 15.07.2022
Vacina Varíola dos Macacos

A comissária europeia da Saúde, Stella Kyriakides, anunciou que os primeiros carregamentos de vacinas contra a varíola dos macacos deverão chegar nesta sexta-feira (15) na Itália.

A representante informou que o país receberá pelo menos 5,3 mil doses do imunizante para iniciar a proteção de seus cidadãos.

"Os primeiros carregamentos de vacinas contra a varíola dos macacos chegam hoje à Itália, com 5,3 mil doses iniciais para proteger os cidadãos e responder a essa epidemia", destacou Kyriakides.

A cipriota afirmou que os seis mil casos da doença registrados na União Europeia "são uma questão de grave preocupação de saúde pública". Kyriakides ainda mencionou que o número de pessoas infectadas representa um aumento de 50% em relação à semana passada.

"A reação da União Europeia foi rápida e compramos vacinas para todos os Estados-Membros utilizando o orçamento da UE. Em poucas semanas, adquirimos aproximadamente 110 mil doses e já entregamos aos países mais afetados, incluindo Espanha, Alemanha, Portugal, Bélgica e Irlanda. Mais entregas chegarão nas próximas semanas", comentou Kyriakides.

Um estudo feito por pesquisadores do Hospital Clínic-Universitat de Barcelona e publicado na revista Eurosurveillance, apontou que a transmissão da varíola dos macacos através de fluidos corporais, como a saliva, pode desempenhar um papel até então subestimado.

O diretor-geral da Organização Mundial da Saúde (OMS), Tedros Adhanom Ghebreyesus, confirmou recentemente que o número de pessoas diagnosticadas com a doença ultrapassou 10 mil, com infecções detectadas em 63 países. A Itália, por sua vez, tem quase 300 casos notificados.


    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários