Varíola dos macacos
Reprodução: agência brasil - 24/05/2022
Varíola dos macacos

O Brasil registrou, nesta semana, os três primeiros casos de crianças com varíola dos macacos, a monkeypox, todos na cidade de São Paulo. De acordo com nota da Secretaria de Saúde do município enviada ao GLOBO, os pequenos estão "em monitoramento, sem sinais de agravamento."

Os casos são confirmados e as crianças passam por acompanhamento da vigilância epidemiológica paulistana. A pasta não informa onde as crianças tiveram contatos com a infecção.

Os primeiros casos de monkeypox em crianças ocorreram nos Estados Unidos e na Holanda. A chegada do vírus em crianças é acompanhada com apreensão por especialistas, pois as meninas e meninos são considerados pacientes de risco para agravamento da doença, considerando relatos anteriores ao atual surto.

Até quarta-feira, o Brasil registrava 978 casos de infecção do vírus, sem indicativo de mortes ou casos mais severos. Por enquanto, o surto se concentra com mais força em São Paulo, com 774 registros e Rio, com 114 registros.

A secretaria de Saúde de São Paulo ainda informou que "o atendimento para os casos suspeitos de monkeypox está disponível em toda a rede municipal de saúde, como Unidades Básicas de Saúde (UBSs), pronto-socorros e pronto atendimentos". Ainda diz que a rede foi capacitada e conta com insumos para coleta de amostras das lesões cutâneas (secreção ou partes da ferida seca) para análise laboratorial.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários