Veja mitos sobre cuidados com os dentes
shutterstock
Veja mitos sobre cuidados com os dentes


Açúcar faz mal aos dentes

Nós ouvimos isso a vida toda: o açúcar causa cárie nos dentes. Embora essa afirmação seja verdadeira, não se trata da quantidade de açúcar que você ingere, mas sim de quanto tempo ele permanece nos dentes. Isso significa que refrigerantes, bebidas açucaradas, balas e doces podem ser um grande problema se você não escovar os dentes várias vezes ao dia e beber muita água.


Doença gengival é rara


Estudos mostram que entre 50 – 75% dos adultos têm algum tipo de doença gengival. Você pode nem saber que há um problema. Gengivas inchadas e vermelhas, que sangram com facilidade, são apenas alguns sinais de doença gengival. Apenas exames dentários regulares feitos duas vezes por ano podem ajudar a determinar a gravidade da doença e qual tratamento é necessário.


Você deve evitar o dentista durante a gravidez


O Tratamento dental em gestantes pode ajudar, inclusive, a prevenir o parto prematuro. O fenômeno acontece por conta das bactérias que circulam no organismo. Por isso, qualquer problema dentário pode causar prematuridade ou baixo peso de recém-nascido.

Durante a gravidez ocorrem alterações hormonais que podem causar gengivite ou inflamação e sangramento gengival, por isso a necessidade de se fazer uma limpeza complementar nesse período.

Não há alteração nos dentes durante a gestação. O que pode ocorrer é que, durante o período gestacional, algumas mulheres exageram na frequência de consumo de alimentos com açúcar, e isso pode fazer com que desenvolvam cáries nesse período. Seguindo uma dieta adequada, os dentes permanecerão saudáveis.

Quanto a anestesia, as gestantes podem, sim, utilizar. O importante é sempre informar ao seu dentista sobre sua gravidez para que anestésico adequado seja aplicado.

Leia Também


Se não sentir nada de errado, não precisa ir ao dentista.


O atendimento odontológico principal é o preventivo. Visitas duas vezes ao ano são importantes para detectar qualquer problema antes que se transformem em problemas graves. Quando um dente começa a doer, você já tem um grande problema que pode custar mais para se tratar e ser mais dolorido. Se você tem alguma preocupação com sua saúde bucal, deve agendar uma consulta imediatamente; porém, mesmo sem sintomas, recomendo que você visite seu dentista semestralmente.


Atendimento em bebês


Assim que os dentes do seu filho começam a aparecer, eles podem e devem ser vistos pelo dentista para sejam passadas instruções sobre os bons cuidados de saúde bucal, como escovar duas vezes ao dia. A sucção do dedo e outras preocupações existem antes que os dentes permanentes apareçam e devem ser discutidos com seu odontopediatra.


Cáries nos dentes do bebê não importam


Muitas pessoas pensam que os dentes de leite não são uma grande preocupação, pois eles caem e são substituídos pelos dentes permanentes; porém, também precisam de cuidados. A cárie pode começar assim que esses dentes aparecem causando dor para seu filho, o que pode causar problemas para comer e, em alguns casos, desnutrição.

Os dentes de leite também serão substituídos pelos dentes permanentes, por isso é ainda mais importante que sejam bem cuidados para que os dentes permanentes possam nascer corretamente.


O clareamento dentário prejudica o esmalte


O clareamento ou clareamento dos dentes, se feito por profissionais, não prejudica o esmalte, mas pode causar sensibilidade temporária e leve sangramento gengival não associado a doenças gengivais.



É necessário arrancar os dentes do siso para evitar o apinhamento


O surgimento de dentes do siso pode ser muito doloroso para os jovens que precisam de aparelho. Removê-los pode parecer que resolverá o problema. No entanto, nem sempre é esse o caso. Os dentes do siso podem ser, mas nem sempre são os culpados pelo apinhamento dos dentes. É melhor consultar seu dentista, que irá te pedir exames como Raio-X para ter certeza sobre o posicionamento dental.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários