Diretor
Reprodução/Globonews
Antonio Barra Torres, diretor-presidente da Anvisa

O diretor-presidente da Agência Nacional de Vigilância Sanitária, Antônio Barra Torres, destacou nesta terça-feira (10) o posicionamento independente da Anvisa. A declaração foi feita durante entrevista coletiva sobre a suspensão dos testes da vacina Coronavac, desenvolida pela Sinovac.

Questionado sobre a postura do presidente Jair Bolsonaro após a suspensão dos testes, Torres afirmou: "nós não tecemos na passado, não tecemos agora e não teceremos no futuro comentários sobre política". Na manhã desta terça, o presidente teria considerado a suspensão dos estudos como uma "vitória" sobre seu rival político, João Doria.

"O que o cidadão não precisa agora é de uma Anvisa contaminada por guerra política. Ela existe? claro que existe. Mas ela tem que ficar desses muros para fora", pontuou o diretor da Agência. Ainda segundo Torres, "não faz sentido profissionais da ciência tecendo comentários políticos, até porque não somos pagos para isso. Nós estaremos sempre fora de tecer qualquer análise sobre esses comentários", reforçou o diretor-presidente.

    Veja Também

      Mostrar mais