Vacina Covid-19 da Pfizer e da BioNTech foi autorizada nos EUA
Foto: Agência Brasil
Vacina Covid-19 da Pfizer e da BioNTech foi autorizada nos EUA

A autorização de uso emergencial da vacina contra o novo conranavírus da Pfizer e da BioNTech pela agência regulatória de saúde dos EUA (FDA, na sigla em inglês) foi baseada na ciência e nos dados, disse o chefe da entidade, Stephen Hahn, durante uma entrevista coletiva virtual na manhã deste sábado.

— A ciência e os dados guiaram a decisão do FDA — ressaltou Hahn, acrescentando que os cientistas e os funcionários da agência trabalharam 24 horas por dia para revisar as informações referentes ao imunizantes.

Hahn lembrou que eficiência não significa cortar atalhos enquanto as equipes de revisão continuam a vasculhar os dados.

— Com essa autorização, sabemos que nossos parceiros federais já estão se movendo para distribuir as primeiras doses da vacina em todo o país — adiantou.

Agora que a vacina Covid-19 da Pfizer e da BioNTech foi autorizada nos EUA, os participantes do ensaio clínico podem descobrir se receberam a vacina ou o placebo.

A informação foi dada por Peter Marks, que dirige o Centro para Avaliação e Pesquisa de Produtos Biológicos do FDA, durante um coletiva de imprensa virtual na manhã de sábado.

"Temos que equilibrar a quantidade de dados ocultos que recebemos com a necessidade de proteger as pessoas", disse Marks.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários