A Moderna pediu a autorização para uso emergencial do produto nos EUA no dia 30 de novembro
Foto: Governo do Estado de São Paulo/Divulgação
A Moderna pediu a autorização para uso emergencial do produto nos EUA no dia 30 de novembro

O comitê consultivo da Agência de Alimentos e Medicamentos dos Estados Unidos (FDA) confirmou que a vacina desenvolvida pela farmacêutica americana Moderna é 94,1% eficaz, de acordo com os resultados revisados da fase 3 dos testes clínicos.

A farmacêutica pediu a autorização para uso emergencial do produto nos Estados Unidos no dia 30 de novembro

De acordo com a publicação do FDA, em uma análise preliminar divulgada nesta terça-feira (15), "com base na totalidade das evidências científicas disponíveis, os benefícios da vacina mRNA-1273 para Covid-19 superam seus riscos de uso em indivíduos com 18 anos de idade ou mais".

A documentação da agência serve como um direcionamento para a reunião de um comitê independente que avaliará os dados oferecidos pela farmacêutica. Nele, são reconhecidos dois pontos de grande importância para a aprovação de uso emergencial: a segurança e eficácia do fármaco.

A decisiva reunião do comitê consultivo da FDA está marcada para ocorrer no próximo dia 17. Após o aval do comitê, a agência dará sua palavra final sobre a liberação emergencial do fármaco nos Estados Unidos, nos mesmos moldes da autorização da vacina da Pfizer, também para Covid-19, que ocorreu na semana passada.

Doses da Moderna

Os Estados Unidos devem contar com 6 milhões de doses da vacina Moderna, assim que ela for aprovada pelo FDA, para uso emergencial. O número é o dobro de doses enviadas inicialmente pela Pfize. A informação foi publicada no Business Insider.

A remessa inicial da Pfizer foi de 2,9 milhões de doses. Ambas as vacinas são feitas com tecnologias semelhantes e consideradas inovadoras, a partir de RNA mensageiro. Em vez do vírus, um pequeno fragmento do seu RNA é usado para instruir o organismo a produzir defesa contra a doença. 

    Veja Também

    Mais Recentes

      Mostrar mais

      Comentários