Bruno Covas
Foto: Afonso Braga/Rede Câmara SP
O prefeito de São Paulo, Bruno Covas (PSDB), e o vice, Ricardo Nunes (MDB), durante cerimônia de posse na Câmara Municipal nesta sexta

O prefeito Bruno Covas (PSDB) afirmou nesta sexta-feira (1º) que a cidade de São Paulo está pronta para vacinar a sua população. "As vacinas vão chegar e a nossa cidade está pronta para vacinar em massa", disse em seu discurso na cerimônica de posse, em evento fechado na Câmara Municipal.

Covas destacou a preocupação com o avanço do novo coronavírus (Sars-CoV-2) e disse no discurso que "o negacionismo está com os dias contados" na cidade e que "o vírus do ódio e da intolerância também precisam ser banidos da sociedade".

"Estou confiante em dias melhores. Na retomada do crescimento do emprego e da renda, e no firme enfrentamento das desigualdades. O negacionismo está com os dias contados. Prevalecerá o diálogo, a conversa, a construção coletiva, a compreensão de que há mais em comum entre nós do que as nossas visões distintas nos separam. No caso da pandemia o inimigo é um só: o vírus. E o momento exige união. O vírus do ódio e da intolerância também precisam ser banidos da sociedade. As crises sociais e econômicas provenientes da pandemia são profundas. Por isso é fundamental conversar de forma generosa e aceitar as diferenças. Ninguém pode ser dono da verdade", afirmou.



Bruno Covas também pediu que as pessoas redobrem os cuidados com a pandemia até a chegada da vacina em São Paulo.

"A maioria da nossa população vem tendo comportamento exemplar no enfrentamento da pandemia. Mas há uma minoria que insiste em colocar seus interesses e desejos em primeiro plano, ao invés de pensar no coletivo. Mas eu insisto mais uma vez: já há alguma luz no fim do horizonte. As vacinas vão chegar", disse.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários