São Paulo aguarda verba do governo federal para manutenção de UTIs
Getty Images
São Paulo aguarda verba do governo federal para manutenção de UTIs

A Secretaria Estadual de Saúde de São Paulo cobrou, por meio de um ofício, a liberaçao de recursos do Governo Federal para a ativação de leitos de UTI no estado. De acordo com o governo, 4.351 unidades de terapia intensiva dependem da verba.

Ainda segundo a secretaria, o Ministério da Saúde só entregou o financiamento suficiente para a manutenção de 11,4% dos leitos. A falta de resposta significa que estado e municípios terão de colocar, de um dia para o outro, R$ 210 milhões mensalmente para financiar esses leitos que subitamente o ministério deixa de manter", disse Eduardo Ribeiro, secretário executivo da pasta da Saúde, em entrevista ao Estadão.

O estado, que sofre uma alta de casos da Covid-19, diz tentar evitar um colapso semelhante ao registrado no Amazonas há cerca de um mês, quando a falta de oxigênio hospitalar causou a morte de dezenas de pacientes em tratamento.

O total de leitos UTI destinados especialmente para o tratamento de Covid-19 no estado é de 5.263, dos quais 4.915 estão ativos. Desses, a secretaria informa que apenas 564 estão sendo financiados pelo ministério.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários