undefined
undefined
undefined

Médicos residentes do Hospital São Paulo, da Universidade Federal de Sâo Paulo, denunciaram a falta de medicamentos, insumos e materiais báscios para atender pacientes na unidade. De acordo com os trabalhadores do centro médico, luvas, aventais, exames básicos, seringas e até remédios comuns como Buscopan e Omeprazol estão em falta.

Diante da falta de condições para atender a população, dezenas de residentes fizeram uma paralisação nesta terça-feira (9) e protestaram duante do hospital. Pelo menos 50 pessoas carregaram cartazes pedindo melhores condições de trabalho. O grupo, porém, não informou se a paralisação deve continuar nos próximos dias.

Em entrevista à rádio CBN, uma residente que estava no local afirmou que mesmo medicações muito baratas, como cloreto de sódio, estão em falta. "Nós estamos adiando cirurgias porque não há como trabalhar", diz. Já a enfermeira Ana Flávia, disse à rádio de que "desde o início da pandemia, o pronto-socorro vive uma operação de guerra", apesar disso, ela reforça que "essa falta não é de hoje, não é do ano passado, é uma situação anterior à pandemia", diz.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários