Pacientes de Manaus precisaram ser transferidos para outras unidades
Ministério da Saúde/Divulgação
Pacientes de Manaus precisaram ser transferidos para outras unidades

O colapso vivido pelo sistema de saúde no Amazonas causou um salto de 41% no número de mortes causadas pela Covid-19, a maioria em decorrência da falta de oxigênio para os pacientes. Os dados são da base de dados da Fundação em Vigilância de Saúde, obtidos pelo Uol.

A falta do insumo, especialmente no início de janeiro, fez com que muitos hospitais tivessem que escolher quais pacientes teriam mais chances de sobrevivência. Apenas no dia 14 de janeiro, o estado registrou 159 mortes em 24 horas. Antes disso, no dia 12, 113 vidas foram perdidas.

As datas correspondem ao momento em que as notificações foram lançadas na base de dados da secretaria estadual de saúde, e não necessariamente ao momento em que ocorreram. Apesar disso, é possível reparar o salto causado pelo colapso, iniciado no dia 6 de janeiro.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários