Paraná vive pior momento da pandemia
Reprodução
Paraná vive pior momento da pandemia

Diante do aumento de casos da Covid-19 no estado, o governo do Paraná decidiu tomar medidas ainda mais rígidas para conter a pandemia. A partir da meia-noite de hoje, os serviços não-essenciais devem seguir fechados até o dia 8 de março, às 5h.

Além disso, o estado suspendeu as aulas presenciais em escolas e universidades durante o mesmo período. O toque de recolher, que já existe no estado, seguirá impedindo a circulação em vias públicas entre as 20h e 5h.

De acordo com o governador Ratinho Junior (PSD) o Paraná vive agora o pior momento da pandemia, com risco de colapso no sistema de saúde e taxas de ocupação preocupantes nos leitos de UTI e enfermarias.

Além do toque de recolher e lockdown, outras medidas como suspensão de cirurgias eletivas e restrição às atividades religiosas coletivas e presenciais também foram anunciadas nesta sexta-feira (26). Desde o início da pandemia, o Paraná já registrou 11,3 mil mortes causadas pela Covid-19.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários