Profissionais de Saúde são público prioritário para vacinação
Rovena Rosa/Agência Brasil
Profissionais de Saúde são público prioritário para vacinação

Um levantamento do Ministério da Saúde, que utliza as bases de dados do Sistema de Informação de Mortalidade (SIM) e Sivep-Grupe, de vigilância epidemiológica, aponta que o Brasil registra 1,3 morte por Covid de profissionais de saúde por dia. O dado, já muito preocupante, não considera a semana mais recente de março, quando o país registrou os números mais altos da pandemia.

O número representa, então, cerca de uma morte de profissionais de saúde a cada 19 horas. De acordo com reportagem da Folha de São Paulo, o Conselho Federal de Medicina (CFM) e o Conselho Federal de Enfermagem (Cofen) acreditam que os dados do Ministério da Saúde ainda podem estar subnotificados.

Até o momento, cerca de 81% das vacinas contra a Covid-19 necessárias para a essa parcela da população já foram encaminhadas aos profissionais de saúde. Segundo o Ministério da Saúde, há negociações com novas vacinanas para agilizar a imunização dos grupos prioritários no país.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários