Maduro decretou quarentena na Semana Santa
Reprodução/ iG Minas Gerais
Maduro decretou quarentena na Semana Santa


A Venezuela prorrogou neste domingo (22) o confinamento durante a Semana Santa para evitar o avanço da variante brasileira da covid-19 no país. O anúncio foi feito na televisão estatal e o presidente Nicolás Maduro afirmou que a data acontecerá sob quarentena "radical".

O esquema atual da Venezuela consiste em 7 dias de relaxamento seguidos e 7 de quarentena “radical”. Maduro disse estar preocupado com o relaxamento da população e pediu pelo reforço do isolamento . Na última sexta-feira (19), o governo fez um alerta sobre a chegada de uma segunda onda do novo coronavírus, mais contagiosa do que a que ocorreu no ano passado, por conta da variante. 

Maduro ainda citou o aumento na ocupação de leitos hospitalares devido à segunda onda. O presidente não detalhou o percentual do crescimento. Até este sábado (20), a Venezuela registrou 1.430 mortes pela doença e 150.306 casos. O país conta com 30 milhões de habitantes. A oposição e organizações não governamentais contestam os dados divulgados. 



    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários