O objetivo é garantir o abastecimento desses medicamentos, tanto para hospitais públicos quanto para hospitais privados
Foto: Marcello Casal Jr/Agência Brasil
O objetivo é garantir o abastecimento desses medicamentos, tanto para hospitais públicos quanto para hospitais privados

Nesta quinta-feira (25), a farmacêutica União Química começou a enviar os medicamentos de intubação orotraqueal (IOT) acordados com o Ministério da Saúde em comitiva técnica realizada no início desta semana.

Em comunicado à imprensa, a pasta informou que o primeiro lote chega hoje à noite no depósito de Guarulhos com 165 mil doses de sedativos essenciais para intubação dos pacientes com Covid-19.

O governo federal explicou que assim que as entregas chegarem aos estados, caberá aos gestores locais organizarem a distribuição dos medicamentos aos município e estabelecimentos de saúde, conforme suas demandas e realidades.

O objetivo é garantir o abastecimento desses medicamentos, tanto para hospitais públicos quanto para hospitais privados, no enfrentamento da pandemia.

O acordo com a União Química é de que até 30 de março sejam entregues 1,4 milhão de unidades de sedativos e bloqueadores neuromusculares. O Ministério da Saúde também firmou acordo com outras duas indústrias, a Cristália que deve entregar 1,2 milhão de unidades até o fim do mês, e com a Eurofarma, que acordou o envio de 212 mil unidades.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários