A prefeitura tem doses suficientes para o grupo de 66 anos
Foto: Divulgação
A prefeitura tem doses suficientes para o grupo de 66 anos

O secretário municipal de Saúde do Rio, Daniel Soranz, afirmou nesta quarta-feira (12), que depende da distribuição de doses da CoronaVac, por parte do Ministério da Saúde, para dar continuidade ao calendário de aplicação da segunda dose do imunizante.

O Instituto Butantan liberou um carregamento de doses para o Ministerio da Saúde na segunda-feira. Até esta manhã, no entanto, a pasta ainda não havia dado posição de quando chegaria ao Rio a parcela de doses destinada ao município.

A prefeitura tem doses suficientes para o grupo de 66 anos, que está recebendo a segunda dose nesta quarta-feira, e para os acamados. Na quinta-feira, está prevista a aplicação de segunda dose em pessoas que têm 65 e 64 anos.

— A gente já sabe quantas doses a gente vai receber e é fundamental que as doses cheguem hoje para que não tenha atraso na aplicação da segunda dose do grupo de 65 e 64 anos, que se vacinam amanhã — disse Soranz, em entrevista ao "Bom Dia Rio".

Você viu?

No município do Rio, a segunda dose da CoronaVac está sendo aplicada nesta quarta-feira para pessoas de 66 anos ou mais. Na quinta-feira, será a vez das pessoas que têm 65 e 64 anos. Para segunda-feira, está prevista a aplicação de segunda dose para o grupo que tem entre 61 e 63 anos.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários