Presidente dos Estados Unidos, Joe Biden
Reprodução BBC News Brasil
Presidente dos Estados Unidos, Joe Biden

O presidente dos Estados Unidos, Joe Biden, anunciou nesta segunda-feira (17) que o país doará mais 20 milhões de vacinas contra Covid-19 a outros países. A nova remessa se juntará às 60 milhões de doses da AstraZeneca que os EUA já haviam anunciado que doariam no começo de maio. 

Nas 20 milhões de doses estarão vacinas produzidas pela Pfizer, Moderna e Johnson & Johnson. Elas serão enviadas aos países até o término do mês de junho. 

Até o momento, apenas o Canadá e o México receberam doações de vacinas da AstraZeneca dos Estados Unidos.

 Segundo Biden, o país atuará em conjunto com o consórcio Covax, da OMS, e outros parceiros para distribuir as doses de forma igualitária em todo o mundo. 

"Os EUA nunca estarão totalmente seguros até que a pandemia esteja sob controle globalmente. Nenhum oceano é largo o suficiente, nenhum muro é alto o suficiente para nos manter seguros (...) Doença e morte fora de controle em outros países pode desestabilizá-los e nos posar risco também", disse o presidente.

"Os Estados Unidos continuarão a doar o estoque excedente conforme esse estoque nos for entregue, mas isso não será o suficiente (...) Pediremos a outras nações para partilharem o custo econômico desse esforço, mas isso nos ajudará a vencer a pandemia e nos deixará a capacidade de produção para nos preparar para a próxima crise."

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários