Governadores e embaixador da China discutem liberação de insumos para vacina
Foto: Divulgação/Governo de SP
Governadores e embaixador da China discutem liberação de insumos para vacina

Governadores realizam na manhã desta quinta-feira (20) uma reunião, por videoconferência, com o embaixador da China  no Brasil, Wanming Yang. O objetivo é tratar da liberação de insumos para o retorno da produção da CoronaVac.

Em publicação no Twitter, é possível ver que participam do encontro virtual os governadores de São Paulo, João Doria (PSDB), e do Maranhão, Flávio Dino (PCdoB), o governador do Amapá, Waldez Góes (PDT) e o governador do Piauí, Wellington Dias (PT). Na foto, também é possível notar a presença do diretor do Instituto Butantan, Dimas Covas.

No último dia 14 de maio, o Instituto Butantan suspendeu completamente a produção da vacina por falta de matéria-prima.

Em entrevista coletiva de imprensa, realizada na quarta-feira (19), no Palácio dos Bandeirantes, Dimas explicou que devem chegar ao Brasil apenas três mil litros de insumos vindos na próxima semana, e não quatro, como era o esperado.

Você viu?

Por isso, o diretor do Butantan destacou que o cronograma de entrega de doses de imunização para maio não será mantido.

Instituto Butantan tem dois contratos assinados com o Ministério da Saúde para o fornecimento de vacinas para a população brasileira por meio do Programa Nacional de Imunizações (PNI).

O primeiro contrato, para fornecimento de 46 milhões de doses, já foi cumprido. Falta ainda um contrato de 54 milhões de doses, previsto para ser entregue em agosto. Até este momento, o Butantan entregou 47,2 milhões de doses de vacinas ao governo federal.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários