Yang Wanming, chanceler chinês, reforçou a intenção de fortalecer a parceria sino-brasileira
Reprodução
Yang Wanming, chanceler chinês, reforçou a intenção de fortalecer a parceria sino-brasileira

Principal representante da China no Brasil,  Yang Wanming se reuniou virtualmente com governadores na última quinta-feira (20) e reforçou a intenção de continuar com a parceiria entre ambos os países. O chanceler revelou que, em um futuro próximo, outras vacinas chinesas serão oferecidas ao governo federal. As informações são da jornalista Mônica Bergamo.

Atualmente, o Brasil produz e distribui a CoronaVac - imunizante contra a covid-19 autorizado pela Anvisa numa parceria entre o Instituto Butantan e o laboratório chinês Sinopharm. Outras duas vacinas estão em fase de testes na China e poderão, no médio prazo, serem aplicadas em brasileiros.

O embaixador explicou que os possíveis ataques que a China sofre de alguns políticos brasileiros não são determinantes para a entrega de insumos, mas confessou aos governadores que não entende as críticas já que o país está em constante colaboração com o Brasil.


Flávio Dino (PCdoB), governador do Maranhão, manifestou seu repúdio as declarações e ataques direcionados a China e prestou sua solidariedade. O nome do presidente Jair Bolsonaro , que recentemente sugeriu que o covid-19 foi criado em laboratório chinês, não foi mencionado.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários