Imunização contra o coronavírus
Foto: Pixabay/Creative Commons
Imunização contra o coronavírus

Apesar das recentes críticas pela população de que faltam vacinas contra a Covid-19 para imunizar os brasileiros, o governo federal afirmou na Organização Mundial de Saúde (OMS), nesta terça-feira (25), que o país deve  fornecer vacinas aos países mais pobres. As informações são do colunista Jamil Chade, do portal UOL.

De acordo com a reportagem, a afirmação foi feita durante um discurso dos representantes do Itamaraty na Assembleia Mundial da Saúde, encontro da OMS para debater estratégias de combate ao vírus.

"O Brasil está pronto para contribuir aos esforços globais contra a covid-19, por meio do fornecimento de doses de vacinas produzidas localmente", disse a delegação brasileira.

Apesar da afirmação, o governo não apresentou detalhes sobre quando isso poderia ocorrer e nem quais seriam os destinos das doses.

Na segunda-feira (24), o diretor-geral da OMS, Tedros Adhanom Ghebreyesus, pediu na assembleia que os países doem vacinas ao programa Covax para imunizar 10% da população de todos os países até setembro e 30% até o final deste ano.

Na última sexta-feira (21), a Pfizer e a União Europeia se comprometeram a doar imunizantes aos países mais pobres. A farmacêutica se comprometeu a doar 1 bilhão de doses ainda neste ano. Já o bloco anunciou que adoará ao menos 100 milhões de doses.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários