Apesar do alarde, a Secretaria Estadual de Saúde não confirmou que o homem tenha sido infectado pela variante
Foto: Pedro Knoth
Apesar do alarde, a Secretaria Estadual de Saúde não confirmou que o homem tenha sido infectado pela variante

Devido a suspeita de que um morador de Campos dos Goytacazes, no Norte Fluminense, tenha testado positivo para Covid-19 com a cepa indiana, a prefeitura de Niterói, na Região Metropolitana, fez campanha antecipada para conscientização de chegada da variante no estado.

Nas redes sociais do município, está circulando a imagem que diz que a variante foi confirmada no Rio de Janeiro: "Ainda estamos enfrentando a pandemia e suas variantes, por isso, devemos seguir firmes nos cuidados que evitam a disseminação do Coronavírus. Prova disto é a notícia de que um morador de Campos, no interior do estado, voltou da Índia no último sábado e testou positivo para a Covid. É importante destacar que o Brasil já confirmou seis casos de pessoas infectadas pela B.1.617 - que é a variante indiana do novo coronavírus", diz parte do texto.

Também nas redes, o prefeito de Niterói, Axel Grael, aparece em um vídeo ao lado do secretário de saúde de Niterói Rodrigo Oliveira dizendo que estão trazendo uma preocupação: "Nós tivemos a notícia da chegada ao nosso estado da variante indiana do coronavírus, que é potencialmente mais agressiva do que as outras que nós temos circulando no nosso estado e no país. Isso reforça a necessidade de cuidados, manter o siolamento, evitar aglomerações. Nós temos tido denúncias de aumento de aglomeração e você deve estar vendo isso por aí", diz Axel em um trecho do vídeo.

Apesar do alarde, a Secretaria Estadual de Saúde não confirmou que o homem tenha sido infectado pela variante. O caso ainda está sendo monitorado. "A Secretaria de Estado de Saúde (SES), por meio da Subsecretaria de Vigilância em Saúde (SVS), informa que o passageiro com procedência da Índia que testou positivo para Covid-19 segue em isolamento, cumprindo quarentena no município do Rio de Janeiro. As amostras foram encaminhadas para o Laboratório Central de Saúde Pública Noel Nutels (Lacen) e, nesta terça-feira, seguirão para sequenciamento genômico no laboratório de vírus respiratório da Fiocruz", diz a nota.

Em nota, a prefeitura de Campos havia informado que, assim que foi notificada, a Subsecretaria de Atenção Básica, Vigilância, Promoção da Saúde passou a monitorar o paciente, que está isolado em Campos. Ele foi levado para a cidade seguindo os protocolos do Ministério da Saúde.

O homem chegou do país asiático no sábado (22), e teve o diagnóstico comprovado por um exame RT-PCR realizado no Aeroporto Internacional de Guarulhos, em São Paulo. As companhias aéreas Qatar e Latam foram notificadas pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) para o envio da lista de passageiros.

Você viu?

Os passageiros de um dos voos já tiveram amostras para RT-PCR coletadas e foram orientados a fazer isolamento por 14 dias. A SVS aguarda o envio da lista de passageiros do outro voo. O acompanhamento dessas pessoas está sendo feito pelas vigilâncias sanitárias dos municípios de residência dos passageiros e da SES.

Barreiras sanitárias

O ministro da Saúde, Marcelo Queiroga, anunciou no sábado que o governo iria implementar barreiras sanitárias em aeroportos, rodoviárias e rodovias para conter a entrada da variante indiana da Covid-19.

Os primeiros casos foram identificados no Maranhão, e a primeira medida anunciada pela pasta foi o envio de 600 mil testes rápidos para o estado com o objetivo de acompanhar uma possível disseminação da nova variante.

Também será enviado o reforço de 5% no total de vacinas contra a Covid-19 destinadas a São Luís e municípios próximos, o que corresponde a 300 mil doses a mais da Pfizer e da Oxford/AstraZeneca do que o previsto para a região.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários