Exclusão de intervalo para aplicação de vacinas deve entrar em vigor em outubro
Jefferson Peixoto/ Secom
Exclusão de intervalo para aplicação de vacinas deve entrar em vigor em outubro


O Ministério da Saúde decidiu suspender o intervalo mínimo exigido para aplicação das vacinas contra a Covid-19 e da gripe. A mudança deve começar a valer em outubro.


Segundo o portal Metrópoles, a medida foi adiantada pelo secretário-executivo da pasta, Rodrigo Cruz. Ele assume o comando de forma interina enquanto o ministro Marcelo Queiroga cumpre quarentena em Nova York, nos Estados Unidos - durante viagem ao país para acompanhar o presidente Jair Bolsonaro (sem partido) na 76ª Assembleia Geral da Organização das Nações Unidas (ONU), ele testou positivo para a doença .


A decisão sobre a vacinação foi tomada no fim da semana passada. “Na sexta-feira (24/9), foram discutidos alguns assuntos [na Câmara Técnica]. A eliminação do intervalo entre vacinas da gripe e da Covid foi uma sugestão, uma recomendação que a Câmara Técnica deu ao ministério”, explicou o secretário.


Com isso, uma nota técnica será divulgada para esclarecer sobre a mudança. A data, no entanto, não foi divulgada.



"Essa recomendação foi feita para poder aproveitar que o cidadão vai tomar a sua segunda dose da vacina contra a Covid, já está no posto de saúde e já toma também a dose da gripe", acrescentou Cruz. De acordo com a publicação, o secretário pontuou ainda que o PNI avalia fazer o mesmo com outras vacinas.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários