Pedido de informações é reação às denúncias que surgiram contra a operadora
Marcelo Camargo/ Agência Brasil
Pedido de informações é reação às denúncias que surgiram contra a operadora


A Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) cobrou informações sobre a regularidade sanitária de unidades da rede Prevent Senior, no estado de São Paulo. Os pedidos foram formalizados em ofícios, enviados à Coordenadoria de Vigilância em Saúde (Covisa) da Secretaria Municipal de Saúde da capital paulista e ao Centro de Vigilância Sanitária (CVS) do estado, nesta quarta-feira (29).


Os documentos abordam as "possíveis irregularidades" que vieram à tona nos últimos dias. "Esta Agência tomou conhecimento, a partir de depoimentos prestados na CPI da Pandemia do Senado Federal e de notícias veiculadas pela imprensa, de possíveis irregularidades na Rede de Hospitais Prevent Senior no Estado de São Paulo no tratamento de pacientes com Covid-19, especialmente nas unidades do hospital Sancta Maggiore e em unidade da referida rede que não possui os respectivos alvará de funcionamento e licenciamento sanitário", diz o ofício.



Os senadores tiveram acesso a documentos que indicam que  a operadora ocultou registros de mortes por Covid-19 e disseminou o kit Covid , composto por medicamentos sem eficácia contra a doença, para pacientes das unidades médicas. Mais de 10 médicos denunciaram a operadora, com relatos sobre como eram obrigados a receitar o tratamento inadequado aos pacientes que davam entrada nos hospitais.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários