Covid em indígenas
Reprodução/ Opas
Covid em indígenas


Com um novo surto de Covid-19 entre indígenas, o estado de Mato Grosso do Sul registrou mais de 150 casos e duas mortes nesta população na última semana. Os números são do boletim do Distrito Sanitário Especial Indígena e foram divulgados pela coluna de Mônica Bergamo, na Folha de S. Paulo.


De acordo com a publicação, aldeias que não registraram casos da doença há dois meses foram atingidas com esse surto. A cidade que lidera o ranking de infectados é Dourados, com 89 pessoas diagnosticadas com o coronavírus e um óbito. Além disso, quatro pessoas estão internadas com complicações da Covid-19.


No total, o estado possui cinco indígenas internados em leitos clínicos e seis em unidades de terapia intensiva (UTIs).


A coluna conta que a Secretaria de Saúde de Mato Grosso do Sul vincula o surto à volta às aulas presenciais e ao retardo na imunização de adolescentes, o que teve início cerca de um mês depois da vacinação de adolescentes não indígenas. Como medida de contenção, o governo estadual suspendeu as aulas nas comunidades que registraram casos de coronavírus.


Por outro lado, a Secretaria de Saúde não descarta que a resposta imune dos indígenas tenha reduzido, já que muitos deles tomaram a segunda dose da vacina há mais de oito meses. Desse modo, a pasta pede a liberação da dose de reforço para os indígenas acima dos 18 anos.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários