Vacina fabricada na China é de dose única e já foi aprovada em diversos outros países
Divulgação/CanSinoBIO
Vacina fabricada na China é de dose única e já foi aprovada em diversos outros países

A Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) recebeu na segunda-feira (8) um pedido de uso emergencial da vacina CanSino, imunizante de dose única aplicado contra a Covid-19.

Quem apresentou o pedido foi o laboratório Biomm, representante no Brasil da vacina produzida na China.

“O prazo de análise previsto na legislação é de sete dias úteis. Este prazo não considera o tempo do processo em status de exigência técnica, que é quando o laboratório precisa responder questões técnicas feitas pela agência dentro do processo”, explicou em nota a Anvisa.

Outra empresa já havia pedido o uso emergencial da vacina da CanSino no país em maio. O processo, porém, foi encerrado após o rompimento entre o laboratório chinês e a então representante no Brasil.

O pedido está em análise pela equipe técnica. Países como China, Hungria, Equador, Malásia, Chile e Argentina já aprovaram o uso emergencial do imunizante.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários