Nova variação da Covid-19 foi descoberta na África
Pixabay
Nova variação da Covid-19 foi descoberta na África

A cidade do Rio de Janeiro identificou o primeiro caso suspeito da variante Ômicron, segundo a Secretaria municipal de Saúde (SMS).

Trata-se de uma brasileira de 29 anos. Ela desembarcou no Brasil, dia 21 de novembro, vinda de Joanesburgo, na África do Sul, e com passagem pela Etiópia. Antes de vir para o Rio, chegou a passar por São Paulo.

Ao entrar no país, a paciente fez um teste de Covid-19, que deu negativo. Teve diagnóstico positivo, contudo, em novo exame realizado nesta segunda-feira.

Surto de gripe: hospitais privados no Rio podem ter filas de até três horas para atender casos leves

"No dia 29 ela foi fazer um novo teste RT-PCR, de rotina, e apresentou resultado positivo no dia 30. Colhemos a amostra e enviamos para a Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz), que deve fazer o sequenciamento genômico entre hoje e amanhã", informa o secretário municipal de Saúde, Daniel Soranz.

Ele diz ainda que a paciente está assintomática. Nenhuma das pessoas que tiveram contato com ela apresentou sintomas — nem mesmo o marido, que a acompanhou durante a viagem. Por enquanto, todos os contactantes rastreados testaram negativo para a Covid-19.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários