Covid, por que lei que torna vacina obrigatória para funcionários de empresas foi suspensa nos EUA
Reprodução: BBC News Brasil
Covid, por que lei que torna vacina obrigatória para funcionários de empresas foi suspensa nos EUA

Com o segundo ano da pandemia chegando ao fim, o total de novos casos diários nos Estados Unidos bateu um novo recorde e chegou a 488 mil na quarta-feira, de acordo com um banco de dados do New York Times. A média de sete dias de 301 mil também foi um recorde, em comparação com 265 mil no dia anterior. Na semana passada, mais de dois milhões de casos foram relatados nacionalmente, e 15 estados e territórios registraram mais infecções do que em qualquer outro período de sete dias desde o início da pandemia.

O aumento foi impulsionado pelo avanço da variante Ômicron, altamente contagiosa, que se tornou dominante nos Estados Unidos na semana passada. Até agora, no entanto, o aumento exponencial de casos não resultou em doenças mais graves: as hospitalizações aumentaram 11% no país e as mortes diminuíram ligeiramente nas últimas duas semanas.

O número pode ser ainda maior, já que o registro de novas infecções não incluíram um grande número de trabalhadores, que estão de férias, e a testagem diminuiu sensivelmente por causa das festas de fim de ano. Além disso, os recordes de casos também estão sendo registrados em cidades onde as taxas de vacinação são relativamente altas, como Nova York, Washington, Seattle, São Francisco, Boston, Atlanta e Detroit. Para especialistas, há duas razões para os números elevados nas áreas urbanas: densidade populacional e mais testes.

"As cidades são centros superlotados por causa das viagens e da socialização, o que deixa as pessoas mais suscetíveis à variante altamente contagiosa", disse Kirsten Bibbins-Domingo, médica e epidemiologista da Universidade da Califórnia. "E os testes são mais comuns nos grandes centros urbanos precisamente porque estamos preocupados com os grandes surtos que sobrecarregam os hospitais."

O avanço da pandemia novamente no país — que registrou recorde de mortes no início deste ano, quando o presidente Joe Biden assumiu o cargo —, fez com que sua popularidade despencasse, com índices inferiores a 40% e uma desaprovação de 52%. As críticas mais recentes foram motivadas pela falta de kits de testes rápidos nas grandes redes farmacêuticas e pelas longas filas nos centros de testagem administrados pelo governo.

Drop here!

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários