Áustria decide abolir vacinação obrigatória contra Covid-19
Tomaz Silva/Agência Brasil - 17.01.2022
Áustria decide abolir vacinação obrigatória contra Covid-19


O governo austríaco anunciou nesta quinta-feira (23) que abolirá a  vacinação obrigatória contra a Covid-19 para adultos em todo o país.

A medida - a primeira e única na União Europeia (UE) - entrou em vigor no início de fevereiro, mas foi suspensa antes que as primeiras verificações, previstas para meados de março, começassem a ser executadas.

Alvo de protestos, a iniciativa foi derrubada após o gabinete do chanceler Karl Nehammer afirmar que a pandemia não representava mais o mesmo perigo devido à queda dos casos no país.

A multa para todos os maiores de 18 anos que se recusassem a tomar a vacina - exceto grávidas, pessoas com isenções médicas e pacientes curados do vírus há menos de 180 dias - poderia chegar a 3,6 mil euros.


Em entrevista coletiva, o ministro da Saúde da Áustria, Johannes Rauch, disse que a medida causou profundas divisões no país, que foi palco de milhares de manifestações.

Além disso, Rauch explicou a decisão de derrubar a obrigatoriedade da imunização anti-Covid foi tomada porque a variante Ômicron, atualmente predominante na região, não tem levado a um aumento significativo de casos graves da doença.

"Ninguém está se vacinando porque a vacina é obrigatória. As pessoas precisam ser convencidas a se vacinar. E só alcançaremos isso de maneira voluntária", concluiu o ministro.

Entre no  canal do Último Segundo no Telegram e veja as principais notícias do dia no Brasil e no Mundo.  Siga também o  perfil geral do Portal iG.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários