5 dicas para escolher e preparar alimentos
Redação EdiCase
5 dicas para escolher e preparar alimentos

Nutricionista ensina como deixar os seus pratos mais saudáveis

A alimentação saudável é fundamental para quem deseja eliminar peso. Além disso, ela proporciona uma vida mais ativa e equilibrada. Entretanto, é importante saber como escolher e preparar as refeições para aproveitar o melhor de cada alimento. Por isso, a nutricionista Ana Rachel Bucar preparou algumas dicas para você. Confira!

> Transtorno Afetivo Bipolar: entenda o que é Bipolaridade e veja como tratar

1. Legumes crus preservam nutrientes

Alguns legumes, ainda crus, oferecem mais nutrientes do que quando estão cozidos, pois algumas vitaminas, no caso das hidrossolúveis, são perdidas durante o processo de cozimento. Por isso, é importante reutilizar a água do cozimento, pois alguns nutrientes ficam nela.

Uma alternativa para amenizar a perda de vitaminas durante o cozimento, é cozinhar a vapor. Dessa forma, as vitaminas e minerais serão melhor conservados. Outra dica para atenuar a eliminação dos nutrientes é esperar a água ferver para depois colocar os alimentos na panela.

2.  Diferença entre leite integral e desnatado

O que diferencia os dois tipos de leite é o teor de gordura presente em cada um. Sendo assim, a troca do integral pelo desnatado é recomendado para diminuir o consumo de gordura saturada e, consequentemente, de calorias. É importante lembrar ainda da relação entre aumento de gordura saturada e doenças cardiovasculares.

3. Alimentos enlatados

A perda de nutrientes dos alimentos enlatados vai depender do prato em questão. A sardinha em lata, por exemplo, é uma importante fonte de ômega 3, proteína, vitaminas B6, B12 e A e cálcio. O processo de conservação na lata libera para a carne o cálcio contido na espinha, o que não ocorreria na sardinha fresca. Os alimentos que mais perdem nutrientes quando enlatados são as frutas.

> 7 mitos e verdades sobre o uso do limão

4. Óleo aquecido

Depois de aquecido, o óleo deixa de ser prejudicial à saúde. Entretanto, ele não deve ser utilizado mais de uma vez. A reutilização altera aspectos como cheiro, cor e viscosidade. Além disso, se o óleo for reutilizado, ele irá ativar uma substância chamada creolina, que é altamente nociva ao organismo.

5. Modo de preparo e absorção dos nutrientes

Os pratos preparados com gordura , como no caso das frituras, têm a digestão mais lenta, o que prejudica sua absorção. Por esse e outros motivos, o mais indicado é que os alimentos sejam cozidos, grelhados ou assados.

Confira mais notícias sobre saúde na revista ‘Cuidando da saúde’

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários