Tamanho do texto

Em uma enquete sobre saúde íntima, um quarto dos homens não sabia dizer se as mulheres tinham ou não próstata e 56% não sabe o que é Papanicolau

Saber sobre o próprio corpo é fundamental para controlar sua saúde, diz especialista
shutterstock
Saber sobre o próprio corpo é fundamental para controlar sua saúde, diz especialista

Você sabe onde fica a úvula? Teria coragem de colocar um piercing no trago? Já machucou o hálux? Provavelmente as respostas para essas perguntas ficam mais difíceis quando não se sabe que úvula é a famosa “campainha” que fica na parte superior da boca, o trago é aquela saliência que fica no ouvido externo e o hálux pode ser chamado também de “dedão” do pé. Mas essas são partes do corpo com nomes pouco conhecidos e a confusão é comum.

Leia também: Bebê tem bexiga retirada por engano em hospital no DF

Porém, numa pesquisa feita com duas mil pessoas no Reino Unido, foi possível perceber que até algumas partes do corpo que deveriam ser mais conhecidas ainda gera dúvida na cabeça dos britânicos.

Os participantes foram apresentados a definições médicas e questionados sobre qual era o osso do cotovelo. No entanto, dois terços dos entrevistados relacionaram, erroneamente, com o osso do cóccix ou o nervo coccígeo - aquele que fica na parte inferior da coluna vertebral .

Um quarto do público também não soube dizer se as mulheres tinham próstata – glândula que faz parte, exclusivamente, do órgão genital masculino. Entre os índices preocupantes, foi possível contatar que 39% dos entrevistados não conheciam a diferença entre os rins e o fígado, e um quarto não sabia explicar qual a diferença das veias e artérias.

Saúde feminina

Quando as perguntas eram sobre o corpo das mulheres, a desinformação era ainda maior. Um em cada dez homens achou que o período menstrual dura mais de um mês, 56% não sabia por que as mulheres faziam o teste de Papanicolau, e um quinto não tinha ideia de qual é a função dos ovários.

Leia também: Mulher é proibida de rir por conta de condição rara que afeta seu cérebro

Mas não eram apenas os homens que estavam perdidos sobre o tema. As mulheres também admitiram não entender, por completo, como funciona seu próprio corpo. Uma em cada dez mulheres não tinha certeza do que acontece com seus corpos durante a menopausa.

Outro dado alarmante é que, segundo o estudo, mais de um quinto das mulheres não tem certeza absoluta de por que elas precisam fazer o Papanicolau. Mais de um terço das mulheres questionadas também não sabiam ao certo o que seus ovários faziam, e um quarto não tinha ideia do que a próstata de um homem faz.

Pesquisa

A enquete, feita com mil homens e mil mulheres, foi encomendada por uma marca de saúde íntima, como parte de uma campanha para incentivar as mulheres a entenderem mais sobre como seus corpos funcionam.

Anne Dawson, gerente sênior de marketing da empresa, afirma que a campanha existe para destacar a importância de saber como funciona a saúde íntima. “Algo que muitas mulheres estão relutantes em discutir com seus parceiros ou com um profissional de saúde", afirma ela.

Porém, para a ginecologista Sarah Jarvis o resultado da pesquisa mostra que esse conhecimento é muito pequeno. “A saúde íntima deveria ser de conhecimento de todos, mas  este estudo sugere que, na verdade, sabemos muito pouco sobre nossos corpos.”

"Essa falta de conscientização também pode significar que aceitamos certas condições, o que pode ser um pouco preocupante quando se trata de detectar possíveis problemas de saúde”, completou Sarah. Para ela, ter uma compreensão básica de como o corpo humano funciona pode ajudar a perceber se está tudo bem com a saúde de cada um.

Leia também: Entenda porque parar de tomar aspirina no tratamento cardíaco pode ser arriscado

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.