Tamanho do texto

O que começou com uma simples irritação no olho esquerdo de Abby Beckley se transformou em um caso que entrou para a história da medicina

Com os olhos irritados, a mulher decidiu investigar o problema, só não imaginava encontrar vermes (imagem ilustrativa)
Creative Commons/Pixabay
Com os olhos irritados, a mulher decidiu investigar o problema, só não imaginava encontrar vermes (imagem ilustrativa)


A norte-americana Abby Beckley entrou para a história médica após relatar uma descoberta inusitada em seu sistema visual. Imagine: qual seria a sua reação ao perceber 14 vermes vivos dentro de um de seus olhos? Porque foi isso o que aconteceu com a mulher há aproximadamente um ano e meio, e foi divulgado somente no último fim de semana, sendo um caso inédito na literatura médica. 

Leia também: Em caso raríssimo, bebê torce testículos dentro do útero e nasce estéril

De acordo com a emissora KPTV , tudo começou com um olho irritado. Moradora do estado do Oregon, Beckley pensou que o problema fosse apenas reação a um cílio que poderia ter caído em seu olho, ou a algum outro pequeno objeto estranho. Mas, tudo mudou quando ela observou a região com mais cuidado e viu algo se movendo. Foi, então, que a mulher percebeu que a “irritação”, na realidade, eram vermes vivos .

Como a americana estava no Alaska quando tudo aconteceu, ela não pensou duas vezes antes de comprar imediatamente uma passagem de volta para o Oregon, já que a situação lhe parecia uma emergência médica. “Entre o primeiro verme que eu tirei e a consulta com o médico, eu já tinha visto quatro deles”, relatou à emissora.

Se você ficou chocado com a história, saiba que não foi o único: o médico Erin Bonura, que cuidou do caso de Beckley, também ficou sem reação quando a paciente lhe contou sobre a situação. “Essa foi, honestamente, a ligação mais singular que eu já recebi, e fiquei pensando por onde ela esteve e se tinha viajado para outro país, porque é incomum um caso deste tipo nos Estados Unidos”, explicou.

Leia também: Homem se passa por médico e infecta 33 pessoas com HIV na Índia

Tratamento

As recomendações de Bonura à paciente foram simples: continuar a retirar os pequenos animais assim que os avistasse. “É um pouco insatisfatório pedir a um paciente que continue a retirar os animais, mas essa é a melhor coisa a se fazer, porque se eu receitasse um remédio, os parasitas morreriam, mas continuariam em seu olho”.

No total, 14 parasitas foram retirados ao longo de muitas semanas, e o caso foi diagnosticado como Thelazia gulosa , um tipo de verme que já foi visto, nos olhos de gado, no nordeste dos Estados Unidos e sudeste do Canadá, mas nunca antes fora registrado um caso em humanos, como aconteceu com Beckley.

Leia também: Distraído com celular, chinês fica meia hora sentado na privada e seu reto 'cai'

A doença é propagada por um tipo de mosca que se alimenta das lágrimas que lubrificam nossos olhos, mas, apesar de preocupante, o médico responsável pelo caso dos vermes disse que não é preciso se preocupar: as chances disso acontecer mais uma vez em humanos são extremamente raras.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.