O novo coronavírus , responsável pela doença que já fez mais de  25 vítimas fatais na China, pode ter sua disseminação relacionada a morcegos e cobras, conforme sugere novo estudo genéticos da nova cepa, publicado pela revista Science China Sciences. 

morcego
Reprodução/redes sociais
Sopa de morcego pode estar relacionada à disseminação de coronavírus

O “link” entre os morcegos e humanos pode estar na cidade de Wuhan, município isolado onde houve a primeira notificação da doença e também o local onde há um largo consumo de sopa de morcegos . A iguaria, considerada um prato tradicional do lugar, virou alvo de especulação nas redes sociais após a divulgação do estudo. 

Leia mais: Governo de Minas Gerais monitora primeira suspeita de coronavírus em Belo Horizonte

Ainda há dúvidas, porém, sobre qual animal poderia ter sido o “hospedeiro intermediário” do vírus, mas um segundo estudo realizado pela Universidade de Pequim e publicado na quarta-feira (22) aponta as cobras - que também se alimentam de morcegos - como possíveis transmissores. 

na cidade de Wuhan, uma das três em quarentena na China, os transportes públicos foram suspensos e os restaurantes, os cinemas e diversos espaços públicos foram fechados, de forma a evitar a propagação do vírus.

O coronavírus, da mesma família do vírus da Síndrome Respiratória Aguda Grave (SARS, sigla em inglês), já foi identificado na Tailândia, Japão e Coreia do Sul, assim como em várias cidades chinesas.


    Veja Também

      Mostrar mais