RIO — Uma família de brasileiros que viajou a Wuhan, cidade chinesa onde surgiu o surto do coronavírus , está internada nas Filipinas sob suspeita de terem contraído a nova doença.

Leia mais: Coronavírus é como uma pandemia termonuclear, diz epidemologista

virus
shutterstock
A doença respiratória causada pelo coronavírus já atinge 13 países

Os pacientes seriam um casal e uma criança de 10 anos, que apresentou febre e dificuldade para respirar na madrugada na madrugada de sábado. As informações foram divulgadas pela rede filipina ABS-CBN News.

Os pais também foram isolados por precaução, mas não apresentam os mesmos sintomas — o pai manifestou apenas dor de garganta. Os três estão internados em um hospital na cidade de Palawan.

Segundo o jornal Estado de S. Paulo, o Ministério das Relações Exteriores tenta contatar a família via embaixada brasileira em Manila , a capital do país asiático, para acompanhar a situação. Procurado pelo GLOBO, o Itamaraty não respondeu se obteve êxito até a publicação desta matéria.

Leia mais: Veja os detalhes do coronavírus que se alastra pela China

No Brasil, cinco casos suspeitos foram apurados e descartados pelo Ministério da Saúde. Na última quinta-feira, a pasta anunciou a instalação um Centro de Operações de Emergência (COE) para tratar do surto. O comitê trabalha, por enquanto, no nível mais baixo de emergências. Até o momento, nenhum cidadão brasileiro está entre os mais de 2 mil casos confirmados de infecção pelo coronavírus ao redor do mundo.

Em entrevista ao GLOBO, o pesquisador da Fiocruz Rivaldo Venâncio disse considerar provável a chegada do vírus ao Brasil. Na última sexta-feira, a instituição anunciou a criação de uma "sala de situação" para monitorar o caso.

Leia mais: França, Austrália e Malásia confirmam novos casos de coronavírus

— Considerando a grande circulação de pessoas entre os continentes, é bastante provável que esse vírus chegue ao Brasil. Mas é importante que a população saiba que a identificação do novo coronavírus no país não deverá ser motivo para alarde ou pânico — afirmou Venâncio.

    Veja Também

      Mostrar mais