GENEBRA — A Organização Mundial da Saúde ( OMS ) decretou nesta quinta-feira emergência de saúde pública de interesse internacional por conta do surto do coronavírus, que já deixou 170 mortos na China e 8.100 infectados. É a sexta vez que a entidade aciona o dispositivo desde a criação do mecanismo, em 2005.

Leia também: Novos casos suspeitos de coronavírus são monitorados no interior de São Paulo

pessoas com máscara no metro
shutterstock
O número de pessoas infectadas pelo novo coronavírus já ultrapassou 8,1 mil

Há uma semana, pesquisadores haviam decidido que "não era hora" de declarar o coronavírus como emergência global. Na ocasião, o diretor-geral da OMS, Tedros Adhanom Ghebreyesus, admitiu que houve uma divisão no painel de 16 especialistas independentes formado para analisar o avanço do coronavírus.

Leia também: Coronavírus: 80% das pessoas não apresentam sintomas; veja como se prevenir

O encontro chegou a ser prolongado por falta de consenso. Dessa vez, a OMS entendeu que a conjuntura da disseminação do coronavírus dentro e fora na China justifica a nova medida.

    Veja Também

      Mostrar mais