Na tarde desta sexta-feira (31), o Ministério da Saúde fez uma coletiva de imprensa para atualizar os casos suspeitos do novo coronavírus no Brasil e anunciou que monitora 12 pacientes em todo o território nacional , sendo 07 somente na cidade de São Paulo.

coronavírus
shutterstock
Novo coronavírus tem deixado o mundo em pânico

Durante a coletiva, o secretário de Vigilância em Saúde, Wanderson de Oliveira, anunciou que o estado de alerta é de numero 2 (a escala vai de 1 a 3) e desmistificou algumas ‘ Fake News ’ que surgiram sobre o novo coronavírus nas redes sociais.

O caso ficou tão sério que Facebook e Twitter se pronunciaram nesta sexta-feira dizendo que retirarão de suas páginas qualquer postagem que contenha erros sobre a epidemia do novo coronavírus . É a primeira vez que as empresas tomam providências desse tipo.

Confira abaixo algumas das mais famosas ‘Fake News’ que estão circulando na internet.

“O novo coronavírus é uma ação da indústria farmacêutica”

coronavírus
shutterstock
Teorias da conspiração envolvendo a indústria farmacêutica são comuns em casos de epidemia

A teoria da conspiração que a indústria farmacêutica causa doenças, ou que não divulga remédios para ganhar mais dinheiro, já é conhecida. Com a disseminação do novo coronavírus ela voltou à tona.

A afirmação é falsa. Existem pelo menos quatro tipos de coronavírus que circulam entre os seres humanos sem os afetar. Porém, de vez em quando, por causas desconhecidas, um novo tipo aparece e contamina os humanos. O modelo que apareceu na China surgiu de produtos de um mercado em Wuhan, muito provavelmente de frutos do mar.

“Objetos comprados da China podem estar contaminados com o vírus”

coronavírus
Reprodução
Fake News desmentida pelo Ministério da Saúde

Júlio Croda, membro da Secretaria de Vigilância em Saúde do Ministério da Saúde, comentou na coletiva de imprensa que não há possibilidade de transmissão do vírus por mercadoria. O governo também rechaçou qualquer medida de restrição ao comércio internacional.

“O SUS não tem condições de atender os brasileiros se o coronavírus chegar ao país”

sus
Marcelo Casal/EBC
SUS tem capacidade para atender pacientes suspeitos de coronavírus

O governo federal anunciou que está em alerta quanto aos casos suspeitos do novo coronavírus no país, tanto que planeja o aluguel de 1.000 leitos de UTI para o tratamento dos pacientes, ou seja, já existe uma vigilância epidemiológica organizada e que dará conta dos atingidos. Nenhum dos casos no país foi confirmado, são apenas suspeitas.

“Chá de erva doce e sucos de acerola ou laranja protegem do novo coronavírus”

coronavírus
Reprodução
Não existem remédios ou vacina de prevenção ao novo coronavírus

Uma imagem está circulando na internet com a informação de que chá de erva doce e sucos naturais podem prevenir a contaminação do novo coronavírus. O próprio Ministério da Saúde desmentiu em suas redes sociais dizendo que não existe “nenhum medicamento específico, infusão ou vacina que possa prevenir a infecção”.

“Carnaval será porta de entrada para o novo coronavírus”

fake news
Reprodução
Não há risco de contaminação do novo coronavírus no carnaval

Em uma mensagem vinculada em grupos de WhatsApp, pessoas alertam que o carnaval será a porta de entrada do vírus no Brasil e que “milhares de pessoas morreram, e o caso vem sendo abafado”. Até o momento foram registradas 213 mortes e todas na China.

“imagem da China com pessoas mortas”

fake news
Reprodução
Imagem da China é na verdade ato contra o nazismo realizado em Frankfurt, na Alemanha, em 2014

Uma imagem também sem sido vinculada nos aplicativos de mensagem com pessoas deitadas no chão e relacionando-as com chineses infectados pelo novo coronavírus. O Ministério da Saúde também desmentiu a publicação informando que a foto é de um ato contra o nazismo realizado na cidade de Frankfurt, na Alemanha, em 2014.

Leia também: Entenda o impacto do surto de coronavírus no mundo

Caso você receba alguma informação sobre o novo coronavírus em suas redes sociais, procure os canais oficias do governo e tente obter informações verdadeiras. Não repasse Fake News !

    Veja Também

      Mostrar mais