Grande perturbadora de lares, as baratas causam aversão em muita gente e podem representar um problema sério quando se tornam uma infestação em casa . Apesar da imagem negativa no senso-comum, porém, pouco se fala sobre as doenças reais que esse inseto transmite  - e que vão muito além do nojo. 

barata
shutterstock
Além das doenças, baratas podem agravar alergias e problemas crônicos

Com hábitos noturnos, as baratas costumam escolher locais escuros e úmidos para passar o dia, como por exemlpo, bueiros, lixeiras, entulhos e locais com pouco movimento e limpeza. O perigo da transmissão de doenças, então, está nesse movimento do inseto, que, segundo a Organização Mundial de Saúde (OMS), é um agente transmissor de doenças causadas por bactérias, como a furunculose, lepra, tuberculose, poliomielite e diarreia.

Leia mais: Ministro diz que Brasil terá vacina contra a dengue em 2020

Um outro problema - que não está associado ao transporte de impurezas por parte do animal - é a asma. Pouco associado às baratas, o problema respiratório crônico encontra, nesses insetos, um alérgeno e agravante. 

Em 2009, um estudo divulgado pela Escola de Medicina da Universidade de Boston relacionou a “ asma de barata ” ao aumento da doença entre crianças de baixa renda em zonas urbanas, tornando a asma um problema muito comum em orfanatos, por exemplo. 

De acordo com o Prof. Dr. Francisco G. M. da R. Carvalho Neto, coordenador do curso de Ciências Biológicas da Universidade Anhembi Morumbi - em entrevista prévia ao iG saúde -  também há relatos de que, enquanto dormimos, as baratas podem percorrer regiões do nosso corpo atraídas pelos fluidos nasais e orais. Isso pode levar a edemas oculares e dermatites atópicas.

Como espantar de vez as baratas

Para evitar baratas , é importante saber que limpeza e organização devem ser constantes, uma vez que esses insetos não se reproduzem em locais limpos. Com isso, algumas dicas devem ser seguidas: 

  • Manter a casa sempre limpa;
  • Alimentos devem ser sempre bem armazenados;
  • Nunca deixar o cesto de lixo cheio; esvaziar e higienizar com frequência, além de limpar o ambiente no qual o cesto de lixo encontra-se;
  • Não deixar louça suja com resto de comida na pia por muito tempo. Caso não consiga lavá-la imediatamente, encha-a com água.

    Veja Também

      Mostrar mais